Reduzir o desperdício alimentar em casa (e poupar). Como começar?

Estima-se que todos os anos sejam desperdiçados cerca de um terço de todos os alimentos produzidos, o que "representa 1,6 mil milhões de toneladas de alimentos a nível global e mais de 1 milhão em Portugal, com elevados custos a nível ambiental e social".


18 Agosto 2020 Notícias ao Minuto



Recentemente foram divulgados vários vídeos que mostraram o elevado desperdício alimentar em grupos de supermercados, mas a 'luta' contra este tipo desperdício também se pode fazer em casa - aliás, se cada um fizer a sua parte é meio caminho andado. Ao fazê-lo estará não só a poupar recursos, como também dinheiro.


As empresas do setor prometem tornar-se mais eficientes, no sentido de evitar o desperdício, mas se o cliente adotar uma postura semelhante é mais fácil evitar que toneladas de comida sejam deitadas ao lixo todos os dias.


A Associação Portuguesa dos Nutricionistas divulgou um conjunto de receitas que podem ser feitas através das sobras de alguns alimentos. Pode consultar aqui. Esta é também uma forma de estimular a economia circular.


Além disso, há várias dicas e passos importantes que podem fazer a diferença no sentido de diminuir o desperdício. O grupo Lusíadas reuniu um conjunto de 12 ideias. Tome nota:

  1. Planeie as refeições e elabore uma lista de compras antes de ir ao supermercado;

  2. Consulte o prazo de validade de todos os produtos, escolhendo os de prazo mais alargado;

  3. Comece por utilizar os hortícolas e as frutas mais maduras e só depois as mais verdes;

  4. Utilize a fruta amolecida para preparar batidos de fruta ou fruta cozida/assada;

  5. Reaproveite as sobras de batatas do dia anterior para fazer a base de uma sopa ou um puré de batata;

  6. Utilize as sobras de peixe ou carne, para preparar uma salada ou um empadão;

  7. Aproveite sobras de hortícolas para confecionar uma sopa ou um esparregado;

  8. Com o pão do dia anterior poderá fazer torradas para o pequeno-almoço ou lanche;

  9. Aproveite a água da cozedura dos legumes para sopas e/ou cozidos;

  10. Não deite fora as cascas de determinados hortícolas ou frutas (cebola, limão ou laranja), aproveite-as para fazer chá ou compotas;

  11. Cozinhe apenas as quantidades necessárias para o número de pessoas que irão consumir a refeição;

  12. Congele os alimentos confecionados que sobrarem ou coloque-os no frigorífico em recipientes apropriados.

O retalho pode reduzir um terço do desperdício alimentar na sua cadeia de abastecimento, concluiu um estudo divulgado em junho pela consultora BCG, em parceria com a Sonae e o Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável.


Segundo o mesmo estudo, estima-se que todos os anos sejam desperdiçados cerca de um terço de todos os alimentos produzidos, o que "representa 1,6 mil milhões de toneladas de alimentos a nível global e mais de 1 milhão em Portugal, com elevados custos a nível ambiental e social".




Fonte: Notícias ao Minuto

7 views