A importância de evitar o desperdício de alimentos

O Ribatejo



O desperdício de alimentos é um fato que toda as pessoas de todas as sociedades devem se preocupar. Muito além do envolvimento da questão econômica, que pode impactar de forma direta nos setores financeiros tanto da empresa bem como também no cotidiano de algumas famílias de uma forma generalizada uma vez que desperdiçar comida nos dias de hoje deve ser tratada como um tema social.


Durante o tempo em que, todos os dias várias famílias e os mais diversos restaurantes possuem o costume de jogar grandes quantidades de comida no lixo por não prepararem a quantia apropriada, milhões de pessoas em todas as partes do planeta estão sofrendo com a fome. Por sua vez, esse é um problema que pode ir muito além dos limites da geografia uma vez que em todo o cenário mundial a fome pode ocorrer e, por essa razão, é tema que deve ser tratado com extrema urgência para que toda a população se conscientize no que diz respeito a esse tópico.


No entanto, na questão administrativa, tanto no viés de empresas bem como no viés das famílias, desperdiçar comidas possui um enorme impacto na economia de todos os meses. Por sua vez, todos os alimentos que são jogados fora são donos de um custo no momento em que foram adquiridos e podem se transformar em prejuízos importantes no momento em que não são utilizados.


De modo geral, quando as pessoas estão com bastante fome, exageram na quantia de comida que se servem. Logo depois de algumas garfadas, cada um dos indivíduos pode se dar conta de que exagerou ainda que já seja tarde demais, uma vez que por ventura uma grande parte desse alimento poderá acabar em uma lata de lixo. Pois bem, para que seja possível evitar esse tipo de desperdício, a melhor sugestão é que cada pessoa possa se servir com menores porções de comida e se ainda tenha ficado com mais fome, apenas seja necessário ter que repetir a porção em questão.




As consequências de desperdiçar comida no planeta


Uma das principais normas de todos os mercados que quase todas as pessoas conhecem é sobre a oferta e a demanda. Caso a oferta for bem maior que a demanda, por consequência os preços tendem a baixar. Por sua vez, a demanda por alimentos, no entanto, não apresenta mudanças importantes, uma vez que todas as pessoas precisam se alimentar.


Por essa razão, no momento em que ocorre algum tipo de modificação na oferta, ela tende a refletir, de modo direto, no preço do alimento. Ainda assim, quando ocorre os desperdícios, a oferta tende a diminuir ao ocorrer o aumento do preço das comidas. Em resumo, quanto mais comida é possível perder, mais cara ela poderá ficar para os consumidores finais.


Para o meio ambiente as consequências do desperdício podem ser enormes. Por sua vez, para que seja possível a produção de alimento em escalas comerciais, é fundamental um alto gasto com transportes, com o gasto de energia e com o consumo da água. Desse modo, com resultado final há grandes parcelas de recurso que podem ser usados que acabam sendo perdidos, mesmo que haja muito mais recursos não renováveis que podem ser consumidos para que ocorra a produção desses excedentes, no momento em que o que se perde já está contabilizado.



Desperdício de alimentos no Brasil


Ao se considerar que o desperdício ocorre com todos os tipos de perda que estão relacionadas com a decisão de realizar o descarte de alimentos que ainda são donos de algum tipo de valor. Em especial, o desperdício está associado com os comportamentos dos vários comerciantes e dos consumidores finais. Por exemplo, ao deixar a comida vencer nos armários de casa, ao fazer uma compra em excesso em um supermercado ou até mesmo os restos de comida que são deixados no prato.


No Brasil ainda que exista a abundância dos recursos naturais e pelo fato do país jamais ter enfrentado nenhum tipo de guerra, a cultura de sempre ter uma mesa com muita fartura tem grande importância entre as famílias de todos os brasileiros. Durante o tempo em que o Brasil é um dos maiores exportadores de todos os países do mundo de insumo agrícola, os brasileiros em questão sempre sofreram com as desigualdades no modo em que ocorre a distribuição dos alimentos e, em especial, com o problema da fome.




|Fonte: O Ribatejo, 16 de Maio 2022

117 views