Venda de batatas com terra para diminuir desperdício alimentar é aposta da Tesco

18 Março 2021 Vida Rural


A venda de batatas não lavadas nas lojas está a ser testada pela retalhista britânica Tesco, com o objetivo de tentar duplicar a vida na prateleira dos supermercados, diminuindo o desperdício alimentar.


De acordo com a publicação Produce Business UK, a Tesco vai juntar-se à fornecedora Branson para fazer o teste da venda de batatas não lavadas. O teste inicial começou em 120 lojas, mas a retalhista revela que vai aumentá-lo para mais 142. Nos testes iniciais conseguiu-se quase adicionar cinco dias de vida na prateleira.


“Em novembro fizemos um primeiro teste nas lojas de Bristol e nas áreas circundantes para ver como os compradores iriam reagir e foi um sucesso, por isso agora estamos a alargar este teste pelo sul de Inglaterra”, disse o diretor técnico da Tesco, Rob Hooper, em declarações à publicação britânica.


As batatas são consideradas o item mais descartado antes de ser usado, com base no grupo consultivo WRAP. O pão, o leite e as refeições preparados, assim como as cenouras, encontram-se em lugares altos na lista.


“Um dos maiores impulsionadores do desperdício de batatas em casa é que não os usamos a tempo, por isso tudo o que pudermos fazer para prolongar o prazo de validade tem o potencial de ser realmente importante na luta contra o desperdício alimentar”, disse o especialista do setor dos produtos frescos da WRAP, Will McManus.


Para o gerente técnico da Branston, Dominic Groom, “a cobertura de solo pode oferecer uma camada de proteção contra o impacto que a luz pode ter em tornar a casca verde, que é um fator que consideramos na determinação do prazo de validade”.




Fonte: Vida Rural

8 views