Universidade de Coimbra e Re-Food colaboram no combate ao desperdício alimentar

O protocolo "Refeição (de)vida", pretende combater o desperdício alimentar, promovendo a doação direta dos géneros alimentícios excedentes das unidades dos Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra.


26 Março 2021 TSF



Associação Académica de Coimbra, os Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra e a Re-Food 4 Good - Associação assinaram esta sexta-feira um protocolo de colaboração para combate ao desperdício alimentar e à exclusão social.


O protocolo "Refeição (de)vida", pretende combater o desperdício alimentar, promovendo a doação direta dos géneros alimentícios excedentes das unidades dos Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra (SASUC).


Com a colaboração da Associação Académica de Coimbra (AAC) e distribuição pela ReFood, os excedentes alimentares "serão entregues a indivíduos que vivam em situações de vulnerabilidade extrema (após um rigoroso controlo de qualidade)", refere a Universidade de Coimbra (UC) em comunicado enviado à agência Lusa.


Segundo a fonte, o projeto vai abranger, inicialmente, as cantinas do Polo I, do Polo II e do Estádio Universitário, sendo o objetivo final a expansão a todas as unidades alimentares dos SASUC, "aproximando a Universidade de Coimbra do Desperdício Zero neste domínio".


O protocolo foi celebrado numa sessão em formato híbrido (presencial e digital), com a presença do presidente da AAC, João Assunção, do vice-reitor da UC para a Qualidade, Desporto e Serviços de Ação Social, António Figueiredo, e do presidente da Re-Food, Hunter Halder.


O presidente da AAC, João Assunção, citado no comunicado, refere que o protocolo "é mais um passo para atingir a união entre a Academia e o resto da comunidade".


"Para nós, é muito importante esta aliança entre os estudantes e a cidade que os recebe. Conseguir ajudar Coimbra com o trabalho solidário dos estudantes e das instituições Académicas é, para nós, um motivo de orgulho", afirma o dirigente estudantil.


O vice-reitor da UC para a Qualidade, Desporto e Serviços de Ação Social, António Figueiredo, refere na nota que a instituição encara a parceria "como uma obrigação cívica e humana, que se inscreve na sua missão mais elementar".


"A natureza da atividade social da UC leva, inevitavelmente, a um desajuste na produção e consumo alimentar, sendo crucial fazer com que este não se constitua como desperdício, entrando num círculo de consumo daqueles que tenham algum tipo de carência alimentar", declara.


António Figueiredo acrescenta que a colaboração hoje protocolada "assume uma importância extrema independentemente da fase da vida económica e social que o país atravesse, mas, na atual conjuntura, esta necessidade é ainda maior".


Ainda de acordo com o vice-reitor, "à semelhança de muitas outras ações a nível social", a UC "tinha de dizer 'presente'".


"Uma vez que a missão da Re-Food é resgatar excedentes, alimentar pessoas e incluir toda a comunidade neste trabalho, é com muito agrado que assisto ao nascer desta parceria com a Universidade de Coimbra e a Academia que representa os estudantes, uma parceria que permitirá reduzir o desperdício alimentar e alimentar beneficiários locais", refere, por seu lado, o presidente da ReFood, Hunter Halder.


O responsável sublinha que a instituição tem "orgulho em ter parceiros que assumiram a sua responsabilidade social e ambiental em prol de um mundo melhor, na sua própria comunidade local", e que "a Re-Food 4 Good fica muito feliz por incluir estes novos parceiros no trabalho da Associação".




Fonte: TSF

21 views