Unimark: sustentabilidade, cooperação e digitalização são resposta aos desafios do retalho

A empresa traçou objetivos para o futuro numa altura em que a inflação e a perda do poder de compra dos consumidores são uma ameaça ao setor do retalho.

Dinheiro Vivo



A escalada galopante da inflação nos últimos meses e a consequente perda do poder de compra dos consumidores são dois dos maiores desafios que o setor do retalho enfrenta. Por isso mesmo, a Unimark, cooperativa de grossistas e retalhistas de produtos de grande consumo, quer apostar na sinergia com outros parceiros para reforçar competitividade bem como marcar passo na sustentabilidade e digitalização.


A Central de Compras, que integra duas cadeias retalhistas e 17 empresas grossistas, com um total de 39 Cash&Carry e com mais de mil e quatrocentos supermercados e minimercados próprios ou associados, aproveitou a comemoração do seu 25º aniversário, no passado dia 21 de outubro, para traçar objetivos para o futuro.


"A empresa está empenhada no desenvolvimento de novas estratégias e propostas de valor acrescentado, de forma a responder com celeridade e eficiência aos desenvolvimentos do segmento do retalho, que é muito competitivo. A Unimark vai continuar a apostar na colaboração empresarial, tirando partido das potencialidades dadas pela economia circular, mas também pelo estabelecimento de elevados critérios de sustentabilidade", refere em comunicado Carla Esteves, diretora executiva da UniMark. Exemplos disso são as recentes parcerias entre a cooperativa e os projetos que visam uma redução do desperdício alimentar como a Too Good To Go e a Unidos Contra o Desperdício.

A responsável destaca a digitalização como um dos maiores desafios do setor e acredita que "a sua adoção será parte integrante da promoção e dinamização do comércio independente e de proximidade".

Outro dos objetivos da Unimark passa pelo reforço da qualidade da sua marca própria UP, lançada em 2005, e que conta já com mais de 600 referências alimentares e não alimentares.


"Queremos melhorar oferta existente de produtos que temos, procurar produtos alternativos com qualidade superior. A diferenciação trazida pela marca própria UP é um dos nossos trunfos. Por isso, uma das nossas prioridades é desenvolver e reforçar a sua qualidade, conveniência e preço", acrescenta Carla Esteves.


A Unimark nasceu em 1996, com o objetivo de melhorar as condições de aquisição aos fornecedores e de venda aos seus clientes. No ano passado, os associados da Central aumentaram a sua faturação em 7%.




|Fonte: Dinheiro Vivo, 27 Outubro 2022

0 views