Portimão assinala dia europeu da alimentação e da cozinha saudáveis

O Município de Portimão assinala na próxima terça-feira, 8 de novembro, o Dia Europeu da Alimentação e da Cozinha Saudáveis, promovendo um debate sobre o tema “Respeitar os Alimentos evita o Desperdício"

Viva Portimão



O Município de Portimão assinala na próxima terça-feira, 8 de novembro, o Dia Europeu da Alimentação e da Cozinha Saudáveis, promovendo um debate sobre o tema “Respeitar os Alimentos evita o Desperdício”, marcado para o café-concerto do TEMPO – Teatro Municipal de Portimão entre as 10h00 e as 13h00.


Estarão à conversa sobre esta problemática o presidente do Banco Alimentar do Algarve (BA Algarve), Nuno Cabrita Alves, a nutricionista Joana Lopo (BA Algarve), a responsável de comunicação e educação ambiental da Águas do Algarve, Teresa Fernandes, a professora coordenadora na Universidade do Algarve e especialista em Nutrição Comunitária e Saúde Pública, Maria Palma Mateus, e Gonçalo Santos, responsável pelo projeto “Orgânicos” da EMARP – Empresa Municipal de Águas e Resíduos de Portimão, sob moderação da coordenadora da DUAL Portimão, Joana Bastos.


O encontro do próximo da 8 de novembro é de participação gratuita, embora com inscrição prévia e obrigatória, a qual deve ser feita desde já através do email saude.cidadania@cm-portimao.pt


O Dia Europeu da Alimentação e da Cozinha Saudáveis é assinalado nos estados-membros da União Europeia com o objetivo de incentivar os cidadãos a escolherem um regime alimentar equilibrado, nutritivo e sem desperdício, adotando um estilo de vida mais saudável, a fim de travar o atual crescimento da obesidade na Europa.


Esta atividade está alinhada com o programa Portimão Saudável - Nutrição, Desporto e Saúde e conta com o apoio do BA Algarve, da DUAL Portimão e da EMARP, entidades que, conjuntamente com o Município, assumem um papel importante no combate ao desperdício alimentar, sendo uma das iniciativas previstas no âmbito da associação da autarquia às comemorações do 25º aniversario da Rede de Municípios Saudáveis (RMS), de que faz parte desde 2017.


Constituída formalmente em 10 de outubro de 1997, a RMS é atualmente composta por 66 municípios e tem por missão apoiar a divulgação, implementação e desenvolvimento do projeto “Cidades Saudáveis” nas autarquias que pretendam assumir a promoção da saúde como uma prioridade da agenda dos decisores políticos.




|Fonte: Viva Portimão, 4 de Novembro 2022

3 views