PepsiCo reforça compromisso contra o desperdício alimentar

O movimento está em linha com a nova estratégia da PepsiCo, a PepsiCo Positive (pep+), que coloca a sustentabilidade no centro do negócio.

Ambiente Mag



A PepsiCo volta a juntar-se ao Movimento “Unidos Contra o Desperdício”, marcando presença na Conferência que decorreu no passado dia 29 de setembro. A empresa reforça assim o seu compromisso ao combate do desperdício, um problema mundial.


Em 2021, a PepsiCo reduziu o desperdício alimentar em 13%, graças à implementação de várias medidas de otimização nas suas operações. Na fábrica do Carregado, a PepsiCo implementou um sistema de gestão de desperdício que permite à empresa identificar, quantificar e controlar, com conhecimento da origem e causa, cada kg alimentar desperdiçado. Além disso, implementou o programa “Tu Contas”, no qual definem ações de otimização que resultam na redução contínua do desperdício alimentar.


O Movimento Unidos Contra o Desperdício nasceu em 2020, fruto da vontade de chamar a atenção para os preocupantes números do desperdício alimentar em Portugal e encontrar soluções para o minorar, contando com mais de 310 empresas e entidades e 3.000 particulares aderentes.


“É com enorme entusiasmo que participamos de novo nesta iniciativa. O desperdício alimentar continua a ser um dos grandes desafios em Portugal e em todo o mundo. Enquanto líderes no nosso setor de atividade, temos como missão ter um papel ativo neste combate e temos como estratégia otimizar todas as nossas operações para que a cada ano consigamos reduzir ainda mais o desperdício alimentar em toda a nossa cadeia de valor”, declara Fernando Moraga, Country Manager da PepsiCo em Portugal, citado num comunicado.


A participação da PepsiCo nestes projetos faz parte da estratégia global da empresa, a PepsiCo Positive (pep+), uma transformação que coloca a sustentabilidade e o capital humano no centro do negócio através de três pilares: Agricultura Positiva, Cadeia de Valor Positiva e Escolhas Positivas.


|Fonte: Ambiente, 5 Outubro 2022

3 views