Movimento Unidos Contra o Desperdício propõe receitas com as sobras do Natal, feitas por chefs

“Um Natal Unidos Contra o Desperdício” é o mote da campanha que alerta os portugueses para o enorme desperdício que há sempre nesta época festiva.


Público


Em muitas casas, Natal é sinónimo de abundância à mesa e desperdício de comida nos dias seguintes. Por isso, o Movimento Unidos Contra o Desperdício — que foi fundado por dez entidades, congregadas pela Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares — desafiou dois cozinheiros, Justa Nobre e Henrique Sá Pessoa para partilharem receitas onde nada é desperdiçado.


“Um Natal Unidos Contra o Desperdício” é o mote da campanha que alerta os portugueses para o grande desperdício que há sempre nesta época festiva. Segundo as estatísticas, citadas pelo movimento, um terço dos alimentos acabam no lixo. Para simbolizar esse terço, Justa Nobre e Henrique Sá Pessoa partilham receitas, no site da organização, em que o desperdício é zero. Justa Nobre sugere bolinhos “Fim das Festas”, Brás de Aparas de Peru e Empadão de Bacalhau; e Henrique Sá Pessoa fica-se pelo Arroz de Polvo e Roupa Velha.


“Combater o desperdício é uma missão que toca a todos. Esta campanha pretende precisamente alertar os portugueses para o desperdício que acontece nestes dias de festa e sensibilizar para que invertam esta situação e aproveitem as sobras para que nada seja desperdiçado”, justifica Francisco Mello e Castro, coordenador-executivo do movimento. Em Portugal, estima-se que cerca de um milhão de toneladas de alimentos continue a ir para o lixo.


O Unidos Contra o Desperdício integra a Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), a Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), a Associação Portuguesa de Logística (Aplog), a Câmara Municipal de Lisboa, a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), a Confederação Empresarial de Portugal (CIP), a Comissão Nacional de Combate ao Desperdício Alimentar (CNCDA) a Dariacordar/Zero Desperdício, a Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares e a Refood. Tem ainda o patrocínio da Presidência República e do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres.




Roupa Velha, de Henrique Sá Pessoa


Ingredientes:

  • 2 Postas de Bacalhau

  • 1 Cebola

  • 4 Dentes de Alho

  • 2 Cenoura cozidas

  • 4 Batatas cozidas

  • 1/2 Couve Portuguesa cozida

  • 200ml de Azeite

  • Q.b. de Sal

  • Q.b. de Pimenta

  • 3 ovos cozido (opcional)

Preparação:

  1. Começar por desfiar o bacalhau e reservar.

  2. Cortar as batatas, as cenouras em pedaços pequenos e laminar a couve portuguesa.

  3. Picar a cebola e alho.

  4. Alourar a cebola e o alho em azeite.

  5. Adicionar os restantes ingredientes preparados e envolver bem.

  6. Temperar a gosto e servir de imediato.


Bolinhos “Fim das Festas”, de Justa Nobre


Ingredientes:

  • 25/30 formas pequenas de queques

  • 200g açúcar

  • 2 dl água

  • 300g Bolo-rei duro

  • 8 ovos

  • 100g farinha sem fermento

  • 2 maçãs

  • q.b. caramelo salgado

Preparação:

  1. Leve o açúcar ao lume com a água até fazer ponto forte.

  2. Pique o bolo-rei na 123 e reserve numa taça.

  3. Misture a farinha e os ovos batidos à parte.

  4. Por fim junte a calda de açúcar.

  5. Mexa bem.

  6. Unte as formas com o caramelo e divida o creme.

  7. Leve ao forno a cozer em banho Maria durante 15/20 minutos.



|Fonte: Público , 22 de Dezembro 2021

25 views