Governo espanhol apresenta lei para combater desperdício alimentar

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), um terço da comida produzida é desperdiçada.


Notícias ao Minuto



O governo espanhol apresentou, esta terça-feira, um projeto de lei onde estão previstas medidas para o combate ao desperdício alimentar.


De acordo com o documento apresentado em Conselho de Ministros, ao qual a publicação espanhola El País já tinha tido acesso, os restaurantes e bares serão obrigados a oferecer as embalagens com os restos das refeições que foram pedidas.


Também as cadeias de supermercados serão obrigadas a rever as suas obrigações, nomeadamente, no que diz respeito à descida de preços consoante a aproximação da data de validade dos produtos, assim como a conseguir acordos com organizações e bancos alimentares para a doação de produtos.


De acordo com o documento, citado pela Associated Press, assim que a data de validade for ultrapassada, o projeto de lei recomenda que os bens alimentares sejam encaminhados a produção de fertilizantes e biocombustível, entre outras opções.


O ministro da Agricultura, Pesca e Alimentação considerou, esta terça-feira, que medidas de combate ao desperdício alimentar semelhantes só são vistas em Itália ou França. Luis Plana acrescentou que esperava ver a lei em execução a partir de 1 de janeiro, mas, para isso, ainda é necessária a aprovação do parlamento espanhol.


De acordo com a ONU para Agricultura Alimentação (FAO), cerca de um terço da comida produzida é desperdiçada, o que significa que, todos os anos, são desperdiçados 1,3 mil milhões de toneladas de alimentos.


|Fonte:Notíciasaominuto, 7 de Junho 2022

2 views