top of page

“Comer bem por 2,5 euros a dose” é o manifesto de cozinha de Teresa D’Abreu

Na cozinha de Teresa D’Abreu não há margem para derrapagens no orçamento e desperdício alimentar. Com a publicação do livro “Mais por menos, comer bem por 2,5 euros a dose”, a também autora do blogue “Healthy Bites”, aponta-nos o caminho para uma poupança mensal na conta do supermercado em cerca de 150 euros. Teresa apresenta-nos, aqui, três receitas.

Sapo Lifestyle



Gasta demasiado dinheiro em alimentação e não consegue estabelecer nem cumprir um orçamento? Acaba sempre por comprar alimentos a mais ou a menos? Deixa estragar os alimentos? Se a resposta for um “sim” a uma ou mais destas perguntas, terá chegado o momento de acertar a agulha da gestão que faz dos alimentos que adquire e manuseia. De acordo com Teresa D’Abreu, autora do livro Mais por menos, comer bem por 2,5 euros a dose (edição Arena), a resposta às questões atrás enunciadas, resume-se a uma palavra: Organização.


No livro que entrega aos escaparates, Teresa D’Abreu, autora do blogue Healthy Bites, apela a um consumo mais consciente, com receitas económicas, mais saudáveis e minimizando o desperdício alimentar.


Contas feitas, como refere a autora na introdução à obra, “a poupança que vai alcançar depois de colocar todas as dicas em prática depende sempre do seu ponto de partida mas, caso esteja a partir do zero e não coloque ainda nenhuma destas dicas em prática, posso garantir-lhe que facilmente reduzirá a conta de supermercado em cerca de 150 euros mensais, para uma família de quatro pessoas”.


Teresa D’ Abreu não faz segredo do seu caminho para a poupança. Fá-lo com inúmeros planos, dicas e truques para evitar o desperdício, aproveitar as sobras e, no geral, poupar desde o momento da ida às compras, até ter a refeição na mesa. Por exemplo, no que toca ao planeamento de refeições, a autora baseia-o num método por categorias: o Dia sem Carne, o Dia do Hambúrguer, o Dia da Pizza, o Dia das Saladas, tantos dias quanto a imaginação ditar. Categorização que nos permite variar a alimentação e experimentar novos ingredientes.


Planeamento de refeições que não surge despojado de alertas ao que pode correr menos bem na hora de planear: complicar, não aproveitar os ingredientes ao máximo ou não seguir a lista de compras à risca.


“Felizmente, o planeamento de refeições é uma das melhores formas de estabelecer um orçamento e cumpri-lo, protegendo-o de gastos excessivos e por impulso”, adverte a autora no capítulo que dedica “às dicas para comprar e cozinha comida deliciosa sem gastar demasiado”. Por exemplo, usar sempre os ingredientes por ordem de perecibilidade, prestar atenção à sazonalidade dos alimentos, e revelar algum realismo face aos preços promocionais.


Teresa D´Abreu recorda-nos a lista dos ingredientes “mais amigos do orçamento” (entre eles, as leguminosas, conservas, massas e os ovos) e aponta-nos o caminho para a meta do desperdício zero, com base em técnicas de conservação (pickles, chutney), e reutilização das sobras (por exemplo em pizzas, omeletes, burritos, pataniscas).


Da teoria à prática, o livro apresenta-nos 50 receitas de refeições principais, todas elas, de acordo com a autora, a apresentarem um compromisso para com o leitor, o de orçarem 2,5 euros, ou menos, por dose.


Mais por menos, comer bem por 2,5 euros a dose é o terceiro livro de Teresa D´Abreu, depois de Healthy Bites e Healthy Bites: Edição Marmitas. A autora, nascida em Lisboa em 1984, criou o blogue Healthy Bites em 2017, após o nascimento da sua filha.



|Fonte: Sapo Lifesytle, 1 Dezembro 2022

16 views
bottom of page