top of page

Chefs Justa Nobre e Henrique Sá Pessoa unidos contra o desperdício

Pelo segundo ano consecutivo, os famosos Chefs Justa Nobre e Henrique Sá Pessoa juntam-se ao Movimento Unidos Contra Desperdício e apresentam duas receitas de Bolo Rei diferentes, mas muito especiais: foi-lhes retirado 1/3, de forma a simbolizar a quantidade que, segundo as estatísticas, seria desperdiçada.



Jornal Económico



Pelo segundo ano consecutivo, os famosos chefs Justa Nobre e Henrique Sá Pessoa juntam-se ao Movimento Unidos Contra Desperdício e apresentam duas receitas de Bolo Rei diferentes, mas muito especiais: foi-lhes retirado 1/3, de forma a simbolizar a quantidade que, segundo as estatísticas, seria desperdiçada. Conscientes do impacto ambiental e socioeconómico que esta prática reflete, a ação de sensibilização dos portugueses para um Natal sem desperdício está de volta e conta com o apoio do Centro Colombo e da Sogenave.


À semelhança do ano passado, o somatório de todos os terços retirados dá origem a um Bolo-Rei gigante que é oferecido para a ceia de Natal do Lar das Irmãzinhas dos Pobres, cuja missão é ajudar idosos que sofrem de vários tipos de dificuldades causadas pela idade, pobreza ou solidão.


“Esta é uma época do ano de encontros e de muita alegria, mas também de muitos exageros. Nas mesas fartas das ceias de Natal sobram sempre alimentos que, se não forem reinventados e reaproveitados, acabam no lixo. No momento especialmente difícil que vivemos, de enorme inflação e de uma crise económica sem precedentes, chamamos os portugueses a estarem ainda mais atentos a este tema, desafiando-os a fazer parte ativa deste combate ao desperdício”, apela o Coordenador Executivo do Movimento, Francisco Mello e Castro.


Para esse efeito e além da campanha o site www.livrocontraodesperdicio.pt , lançado em setembro a propósito do 2ºAniversário do Movimento, é agora atualizado com diversas receitas criativas para reinventar as sobras de Natal e transformá-las em receitas deliciosas,

Embora os números nesta época sejam alarmantes, não é apenas no Natal que se vive este cenário no nosso país. Segundo a União Europeia, através de um estudo desenvolvido em 2020 para compreender os níveis de desperdício nos vários estados-membros, em Portugal desperdiçamos 1.890.000 toneladas de alimentos anualmente. Nas casas dos portugueses o desperdício ascende a 1.275.891 toneladas, o que equivale a 67% do desperdício – superior à média de 55% prevista pelas casas europeias.


O Movimento Unidos Contra o Desperdício foi fundado por nove entidades, congregadas pela Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares, com o objetivo de facilitar o aproveitamento de excedentes, incentivar e facilitar a doação das sobras e promover o consumo responsável. É um movimento cívico e nacional, agregador e educativo, que une a sociedade num combate ativo e positivo ao desperdício alimentar que conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República, o apoio do Secretário-Geral das Nações Unidas e o envolvimento ativo de mais de 300 empresas e 4 mil particulares.





|Fonte: Jornal Económico, 21 de Dezembro 2022

16 views
bottom of page