App Too Good To Go salvou 52 milhões de refeições. Um milhão eram portuguesas

A aplicação criada para ajudar a controlar o desperdício alimentar tem em Portugal 980.865 utilizadores e 3.637 parceiros. No ano passado, foram vendidas no país 1.132.037 refeições por esta via, o equivalente, diz a empresa, a 2,830,092.5 kg de CO2, tantos quantos são “emitidos em 7.414 voos entre Lisboa e Londres”.


Jornal de Negócios



Comprar uma refeição em fim de dia, quando o restaurante está quase a fechar e se prepara para enviar para o lixo os alimentos que lhe sobraram; ou ir ao supermercado, ou à mercearia, quando estes estão prestes a encerrar, para trazer uma "magic box" com produtos que, por se estragarem, ou estarem em fim de prazo, provavelmente também teriam por destino o lixo. A lógica é esta, os preços são mais baixos e a ponte entre as empresas e os consumidores é feita através da aplicação "Too Good To Go", que faz negócio a combater o desperdício alimentar e que em 2021 chegou aos 980 865 de utilizadores em Portugal e 3.637 parceiros, que por ali vendem os seus produtos.


Contas feitas, diz a empresa, que divulgou esta quarta-feira o seu balanço de 2021, em Portugal foram "salvas" 1.132.037 refeições, ou seja, "magic boxes" vendidas através da aplicação.


No conjunto dos 17 países onde a Too Good To Go opera, o número total ultrapassou os 52 milhões e a App foi a 10ª mais descarregada. Sublinha a empresa que "seria suficiente para alimentar toda a Coreia do Sul ou alimentar um adulto durante 142.465 anos".


As "Magic Boxes" são adquiridas através da aplicação por preços únicos com valores que variam entre os 2,99€, 3,99€ ou 4,99€, por exemplo. O conteúdo é escolhido pelo comerciante de entre os produtos que tem em sobras.


A empresa trabalha com mais de 100 mil parceiros, a nível global. Em Portugal, estão disponíveis na aplicação marcas como Auchan, Padaria Portuguesa, Danone, Continente, Hussel, Mini Preço, Go Natural, Nestlé, Fnac Café ou Super Bock.



|Fonte: Jornal de Negócios, 18 de Maio 2022

1 view