“Amas-me? Dá-me abóboras!”. Campanha alerta para desperdício alimentar

A poucos dias do Halloween, produtores de abóbora de Portugal e Espanha alertam contra o desperdício alimentar através da campanha “Amas-me? Dá-me abóboras!”. Portugal é o terceiro maior produtor de abóbora da Europa, mas longe dos campeões do consumo.


Lifestyle Sapo

Perto de 200 produtores portugueses e espanhóis e a empresa de sementes Sakata juntaram-se para lançar a Love Butternut, uma iniciativa de promoção da abóbora em Portugal e em Espanha.


A poucos dias do Halloween e das suas assustadoras abóboras decoradas, os produtores do fruto da aboboreira aproveitam a festividade para alertar contra o desperdício alimentar de abóbora que aumenta nesta época. Graças às características da sua casca, a abóbora Butternut pode ser utilizada nas típicas brincadeiras de Halloween e ainda ser transformada em receitas.


A campanha tem como mote “Amas-me? Dá-me abóboras!” e pretende sublinhar as vantagens da abóbora para a saúde e bem-estar. Tradicionalmente mais usadas em cremes sopas e algumas sobremesas, a abóbora pode ser ingrediente de sumos ou mesmo de produtos de beleza. O número de novos produtos à base de abóbora está a aumentar na Europa onde, desde 2016, foram apresentadas mais de 500 inovações.



Receitas, conselhos de como preparar, descascar e cozinhar a abóbora, informação nutricional ou curiosidades, são alguns dos conteúdos da campanha, que terá visibilidade nas plataformas digitais, redes sociais, eventos e ponto de venda.


“Para incentivar o consumo responsável, os promotores da Love Butternut irão oferecer abóboras em duas escolas da região de Santarém e da Lourinhã e desafiar os alunos a decorarem este vegetal sem ser necessário danificá-lo”, informam os organizadores da iniciativa.


A mesma entidade salienta que “A Love Butternut é oficialmente lançada em Portugal através de uma estratégia de marketing conjunta que pretende mostrar a versatilidade gastronómica e os benefícios nutricionais deste alimento. A missão de Love Butternut, que conta com a participação dos principais produtores de abóbora em Portugal, é estimular o consumo que, hoje, é inferior a um quilo per capita”.


“Portugal é o terceiro maior produtor de abóbora da Europa, logo atrás de França e de Espanha (o primeiro). O consumo per capita é o mesmo que em Espanha. Isto significa que estamos muito longe dos verdadeiros campeões no consumo de abóbora: a Argentina, onde cada habitante consome 9,5 quilos por ano e a Colômbia, com 7,6 quilos. Se viajarmos até ao Brasil, são 4,2 quilos de abóbora per capita, quase o dobro dos Estados Unidos (2,9 quilos per capita). Os italianos comem 1,1 quilos por ano”, concluí a Love Butternut.



|Fonte: Lifestyle Sapo, 26 de Outubro 2021

24 views